Como eu consegui emagrecer

PhotoGrid_1395506102669

É muito frequente eu receber mensagens de pessoas desesperadas por emagrecer querendo que eu ensine o caminho das pedras. Sei que é frustrante quando respondo que não existem milagres e que os sentimentos ao longo desse período foram tantos que é difícil explicar como tudo aconteceu!

Já contei como iniciei, em vários textos desenhei pedacinhos da minha história, mas resolvi hoje destrinchar em tópicos o que foi a receita de sucesso para mim! É muito importante lembrar que existem vários caminhos e que o que funciona pra mim pode não funcionar pra você, mas se no mínimo ajudar em seu planejamento ficarei muito feliz!

  • Acreditar: Pode parecer utópico e fácil para quem já eliminou 33 kg, mas isso só aconteceu porque eu acreditei que era capaz! Passei anos achando que nunca conseguiria emagrecer, que era fraca e sem propósitos na vida. Foram muitas segundas-feiras dizendo: hoje tudo vai ser diferente, mas no fundo o fato de não ter conseguido da outra vez me fazia começar já insegura e com medo de não dar certo novamente! Planejava algumas vezes da forma correta (procurando profissionais que pudessem me ajudar, me matriculando em academias) e muitas outras de forma irresponsável (fazendo dietas da internet, dieta das amigas!) Em Setembro de 2012 de frente para o mar em Ubatuba-SP eu decidi que jogaria todas as experiências frustradas fora, que esvaziaria a mente daquilo que não deu certo e substituiria por esperança!
  • Tomar decisões: Não adianta um peito inundado de esperanças sem atitude para que a transformação aconteça. Decidi na mesma época que iria emagrecer em 2013. Por que adiar para Janeiro/2013 o que eu poderia começar em Setembro/2012? Porque eu não estava preparada! Corria o risco de cometer os mesmo erros e não fazer a mudança definitiva. Para que esta acontecesse decidi deixar meu emprego em outra cidade, voltar para casa do meu pai, pois sabia que morar com meus irmãos e pai novamente me ajudaria muito nesse processo. Sei que nem todos podem fazer o mesmo e talvez isso nem caiba na sua história, mas o fato é que é preciso fazer escolhas para que se consiga mergulhar de corpo e alma neste processo. Isso pode incluir afastar-se de algumas pessoas, de alguns grupos, diminuir o ritmo acelerado de vida ou aproximar-se de pessoas e situações que possam  te ajudar.
  • Planejar: Tomei minhas decisões e não comecei desesperada na próxima segunda-feira a dieta da moda ou qualquer coisa parecida! Comecei a pesquisar sobre os nutricionistas da minha cidade, a ler sobre obesidade, dieta, atividade física, passei a fazer parte de um grupo de amigas no Facebook que tinham o mesmo objetivo e comecei a conversar com as pessoas em que me sentia à vontade para falar sobre o assunto. Antes desta abertura eu fugia de todo e qualquer assunto relacionado a emagrecimento. Sabe em festas quando as mulheres se reúnem e começam a falar sobre estes assuntos? Eu saia da rodinha e ia conversar com os homens! (rs) Então agendei a consulta com a nutricionista, procurei os primos ortopedista e educadora física para me auxiliarem nas dicas para caminhada e tracei um plano.
  • Preparar as emoções: Todos esses passos levaram tempo e em Dezembro quando eu já tinha voltado pra casa e anunciado a revolução deu o friozinho na barriga. Foi o mês mais tenso e ansioso pra mim! Eu repetia diariamente pra mim mesma: vai dar tudo certo! Sua vida vai mudar! Você terá que ser forte! Obs: durante todas estas etapas continuava meu sedentarismo e meus ataques à geladeira! Comendo chocolate eu repetia pra mim mesma: você ficará sem ele por algum tempo!
  • Começar: Depois de tudo preparado não existe outro caminho a não ser “se jogar nos novos propósitos”, “mandar ver”! Os primeiro dias foram MUITO difíceis! Eu ficava mais deitada, chorava muito, mas estava preparada, tinha assumido um compromisso e anunciado a quem quisesse ouvir (ou ler!) É preciso pegar a coragem pela mão e agir!
  • Mudar de hábitos: Tive que abandonar temporariamente a minha agitada vida social! Foi necessário para fugir dos petiscos e do álcool! Nessa fase me tornei um pouco anti-social, mas era necessário! Tive que me esforçar para enfrentar a temida atividade física que tanto “odiava”!
  • Utilizar as redes sociais como fonte de inspiração: Os blogs, o perfis fitness do Instagram me ajudaram muito. Seja para conhecer novas receitas ou para ter mais esperanças ao ver histórias de sucesso! E aqui a preguiça tem que ficar de lado! É preciso paciência para ler e aprender coisas novas. O que mais vejo em meu dia a dia são pessoas questionando blogueiras quando a resposta está na descrição da foto, por exemplo! “Pessoas não querem emagrecer, querem ser emagrecidas!”
  • Comemorar cada vitória: Cada grama eliminada, cada centímetro a menos na cintura, cada detalhe era motivo de muita alegria! Vibrava, mandava mensagem para as amigas, sentia orgulho de mim e isso me fazia querer sempre mais.
  • Não bitolar nos modismos: Hoje as pessoas já não comem mais arroz e carne e sim carboidrato e proteína! Bitolam em histórias como cortar glúten e lactose sem necessidade, sem indicação médica ou nutricional. É claro que é preciso ter cuidado com o excesso de sódio, por exemplo, mas equilíbrio acima de tudo para ser feliz!
  • Não desistir depois de uma jaca: Eis um do grandes motivos das desistências dos processos de emagrecimento. A pessoa come algo calórico, comete extravagancias alimentares, se sente culpada e come novamente, muito, compulsivamente e perde o “fio da meda”! Fiz muito isso no passado, mas nesta nova vida, depois de uma jacada tudo volta ao normal e a culpa, quase mínima, é desculpada em vida regrada novamente!

PhotoGrid_1395508030274

E fora isso, meus amigos, não exitem segredos ou milagres! O processo é árduo, mas nem tão sofrido quanto eu achava que seria. Há dias mais difíceis que outros, há momentos de fraqueza e desespero, mas há recompensas, vitórias e muitas alegrias!

IMG_14633400442757

Abraços da Fer!

Anúncios

3 comentários sobre “Como eu consegui emagrecer

  1. Oi Fer!
    To comentando pra dizer que não paro de te admirar!
    É engraçado como o instagram nos faz parecer íntimas das pessoas.. Rs
    Parabéns mais uma vez por essa caminhada e todas as conquistas que ela lhe trouxe! Milhões de vezes!!
    Beijos!

  2. Acabei de ler o texto com muitas lágrimas, pois estou vivendo uma fase parecida com a que você passou. Tudo li que me fez perceber que preciso buscar ajuda profissional pra curar essa tristeza profunda e constante. Sua história agora é minha inspiração pra eu melhorar.
    Bjs no ♥… Tudo de Bençãos pra você!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s